11 JUL 2019

Diagnóstico por Imagem. Como escolher
o equipamento?

Baixe agora nosso e-book!
DOWNLOAD

Muitas vezes estamos diante de três ou quatro propostas para comprar um equipamento de diagnóstico por imagem quando surge a questão: qual equipamento escolher? Para responder a essa pergunta precisaremos voltar um pouco e pensar sobre a solicitação da proposta técnica/comercial.

Ao convidar um fornecedor para participar de uma concorrência é importantíssimo que todos os envolvidos decidam, de maneira multidisciplinar, o perfil da máquina que será avaliada. Por isso, é fundamental que não apenas o orçamento (budget) seja considerado, como pode ser visto abaixo.

De maneira simplória, pode-se dizer que há três pilares para essa escolha: concorrência, orçamento e exames que o laboratório deseja oferecer. Com o passar do tempo, somado à experiência de ter visto instalações que mostraram resultados mais ou menos efetivos, percebemos que essa visão era superficial.

De fato não se pode abandonar a tríade citada acima. Saber qual a tecnologia usada pelo concorrente é fundamental, não porque o cliente sabe distinguir a marca X da Y, mas é provável que o médico solicitante saiba. O recurso disponível pode ser de origem própria (caixa) ou linhas de financiamento e incentivo ao crédito, em programas específicos para esta finalidade em saúde. É comum que os vendedores perguntem sobre a disponibilidade de crédito para esta aquisição. O que em alguns casos pode se mostrar útil para a transparência da negociação, pode também ser uma referência perigosa na intenção de se obter o melhor preço.

Assim, há um outro fator que se mostra determinante na escolha do equipamento: o nível de serviço oferecido, ou seja, qual a qualidade do serviço de manutenção preventiva e corretiva. Por mais que o contrato trate das questões referentes ao LCA (Service Level Agreement), certificar-se de como o fornecedor tem se relacionado no pós-venda com seus clientes pode evitar decepções futuras.

Permitir que todos os envolvidos possam opinar é algo simples e que não pode ser esquecido. Muitas vezes, os operadores que estão na linha de frente, conseguem dar detalhes práticos que nem a melhor apresentação resolveria. Da mesma forma, os médicos sabem avaliar a qualidade da imagem e funcionalidade das ferramentas de pós-processamento, algo que pode significar mais qualidade no resultado final.

Assim como a receita médica do vizinho não é válida para você, é importante customizar essa proposta para que além de permitir o balizamento entre os concorrentes, o investimento em tecnologia seja justificado.

1.5h

é o tempo médio de liberação dos resultados de urgência.

12h

é o tempo médio de liberação dos resultados de rotina.

89%

dos exames entregues dentro do prazo estipulado.

Equipe MÉDICa

Entre em contato com a gente.

Escreva uma mensagem nos campos ao lado, envie um e-mail ou ligue para nosso atendimento.

Contato:
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.